:)

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Como sou...


sexta-feira, 14 de junho de 2013

Foi no domingo que eu fui sair com uma amiga e com o meu irmão, àquela feira dos santos populares, e lá no baile, reparei num rapaz mesmo muito bonito, alto e loiro de olhos azuis. Parecia aqueles rapazes dos filmes românticos para adolescentes.
Sei que passei todo tempo que lá estive a olhar para ele, para que repara-se em mim. Sabem uma coisa, acho que resultou, pois ele viu-me a olhar para ele.
Apaixonei-me. Amor a primeira vista!
Não me lembro de estar caidinha por um rapaz pela primeira vez que o visse !!!
Desde esse dia não paro de pensar nele. A pergunta é, vou voltar a vê-lo? Será que tem namorada?
Tive uma boa impressão em relação a ele,coisa que não tinha acontecido com outros rapazes que tinha visto só uma vez na vida. Ele ao menos reparou em mim, ahah!!! Também como não podia reparar, eu estava  sempre a olhar para ele!!! "Rolf"
Ele estava vestido de camisa e calções e estava de ténis, vi bem a cara dele e aqueles olhos azuis...

p.s. rolf é aquele bonequinho no skype  que se ri e rebola   

sexta-feira, 7 de junho de 2013

...

Sinto-me como se tivesse perdido todas as pessoas importantes da minha vida, fica tudo mais distante, e como se estivesse tudo perdido, não há ninguém que te ajude ou que te compreende porque tu não te deste a entender, pela simples razão de não quereres preocupar as pessoas pelo aquilo que sentes, pensando que tu tens de te mostrar que estás um farrapo para que elas reparem em ti. E não é assim, tu é que tens de falar e de expor os teus problemas, mesmo que a outra pessoas pergunte se está tudo bem contigo e tu dizes "sim" só para não a preocupares, e mesmo que ela insista muito tu dizes que "não é nada" ou falas quando te apetecer, mas sabes que essa pessoas nunca vai entender essa tua dor. Uma dor insuportável que tu mesma nem sabes porque que doí assim tanto e porque que tem de doer assim, tu não fiz-te mal a ninguém, pelo contrário, elas é que fizeram, te abandonaram sem te dar uma explicação, vão te deixar e vão se esquecer de ti. Vão se esquecer de mim.
Essa dor não passa, essa dor é insuportável e eu quero que ela se vá embora, mas que me deixe as pessoas de quem eu amo, não que as mande embora!!! Quero te las ao pé de mim!!! Sei que umas são impossíveis de te las de volta porque já se foram, outras uma questão de tempo... Mas essa dor não se vai embora e quanto mais eu escrevo mais ela doí, mais faz sentido que doa. Mas faz com que seja a minha liberdade em exprimir essa dor a escrever.
A dor vai e volta, é uma forma de saber que estou viva que ainda existe sentimentos...