:)

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Com os meus sentimentos



Nem sei por onde ir.

O caminho está escuro
e eu tenho medo de sair.

Ninguém vai conseguir
tirar-me daqui.
Só quero é fugir.

Tento esconder a minha tristeza,
rindo e dizendo que está tudo bem.

Parei para pensar,
e quando dei por mim
estava a chorar
agarrei-me a uma almofada e adormeci.

Dei por mim a sonhar
que estava abraçada o "mar"
e que ventos não desistiram
de me apanhar.

Querendo acreditar,
é que não consigo,
vou parar de pensar um pouco,
e começar a chorar.
Pois de todo o belo que já vi.
já posso descansar em paz.


P.s quadro feito por mim.




quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Só sei que...

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Certo dia

Um velho estava sentado num banco de jardim, estava triste e muito pensativo, ele tinha um carrinho de bebé com varias bonecas. Três meninas curiosas foram ter com o velhote e perguntaram lhe se as bonecas eram dele, ao que ele lhes responde- "Já não são minhas, são de quem gostar delas. Vocês gostam de alguma? Se gostarem podem levar a boneca que mais gostarem." E cada menina levou a boneca que mais gostou. Depois o velhote deixou o resto das bonecas no banco de jardim e foi-se embora e antes de ir embora falou com as bonecas-"Não tenham medo, passam muitas meninas aqui e de certeza que vão ficar com vocês para brincarem muito." Um grupo de quatro crianças amigas dele estavam a observa-lo de uma árvore e depois de ele ter ido embora foram buscar o carrinho de bonecas para a loja da avó de uma das crianças.
Estas bonecas eram muito importantes para aquele velho do jardim. Tinham um valor sentimental muito grande. Estas bonecas contavam uma história de cada mulher.

Quem sou eu?

                              

                        Sou tímida e envergonhada
                        quase pareço uma bolinha
                        inchada rebolo quase não
                        poder mais.

                                          Gosto de chocolate e
                                          de gomas de várias
                                          formas e feitios ás
                                          bolinhas e as tirinhas.
 
                        Os meus amigos são
                        fieis a mim
                        eles contentes
                        e eu fico feliz.

                                          Não gosto que me chateiem,
                                          nem me zangar com ninguém,
                                          sou uma pessoa calma
                                          não esfolo ninguém.

                     Não sou bem uma pessoa triste,
                     tenho um ar normal,
                     não tenho ninguém
                     que me faça mal.

                                          Gosto de andar de bicicleta,
                                          mas não gosto muito de passear,
                                          vejo os pássaros
                                          a voar no ar.

p.s. poema que fiz no 7ºano :3

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Sou eu e depois???

De noite vejo as estrelas e a lua, mas não te vejo a ti. Verbo esperar alguém. És tu por ai.
Eu pessoalmente sou tímida, mas à medida que o tempo vai passando eu vou-me tornando divertida. Por mensagens sou mais  extrovertido e simpática.
Dizem que sou simpática e boa amiga, odeio que os outros se metam na minha vida e as dos outros e estragam relações. Odeio mentiras e pessoas falsas.
Odeio conclusões erradas.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

É o que acontece ao meu redor

Vejo pessoas a viver uma história de amor ou de drama, seja o que for, gostava de viver também numa história de amor, só vejo pessoas apaixonadas, aos beijos, queria tanto saber o que é ser amada, e que o tal rapaz fizesse aquelas loucuras todas por mim, como se vê muitas vezes, para conquistar a rapariga amada.
Vejo pessoas a sofrer por terem terminado uma história, o que simplesmente pediram um tempo, "acabou ou não, comigo não a tempos?" Rapaz troll.
Vejo raparigas confusas por gostarem de vários rapazes ao mesmo tempo, o que simplesmente curtem para estarem entretidas à espera do seu verdadeiro amor, que esteja numa escola de recuperação, e que só voltará daqui a um ano, até acabar o curso. Que só falam com eles uma vez por semana, e eles sabendo por elas, que estiveram a namorar ou a curtir com outro, porque já estavam fartas de esperar por eles. Raparigas trolls.
Vejo eles a sofrer por elas, por já não as terem por perto, o que se fartaram das cenas delas, e que eles pensavam que elas os traiam. E que agora uma amizade de à muito tempo, foi por água a baixo, uma história perdida, por não ter havido conquistas todos os dias, por ter sido tudo igual todos os dias, e por não terem as ouvido com atenção e agora, bebem e fumam cenas para esquecer que um dia existiu um historia entre eles e que houve um fim na relação.
Vejo gordinhas apaixonadas por kens, elas a pensarem que nunca vão ter namorados bonitos, só porque são gordinhas apaixonadas. Ainda gozadas por esses kens, elas continuam a gostar deles. Elas podem sofrer que eles não querem saber. Nem mesmo que uma delas, gordinha apaixonada por esse ken, tivera sido, sua melhor amiga. Magoadas, sem forças, já nem conseguem mais chorar. Kens do mundo da barbie, parvos, só beleza naquelas caras e nenhum sentimento.
Vejo rapazes gordinhos apaixonados desesperados, que criam perfis falsos nas redes sociais, só para chamar atenção das raparigas bonitas, as barbies. Metendo fotos de kens no perfil, é troll. Falando com esses rapazes, bloquearam essas contas e fizeram perfis verdadeiros. Gordinhos apaixonados voltaram agora à realidade.
Vejo raparigas magrinhas apaixonadas, que se vêm gordas e feias, à frente do espelho. Dizem que são gordas, mas são muito magrinhas, dizem ser feias, mas são muito bonitas. Sim, as raparigas com anorexia. Infelizmente é uma doença que afeta muitas raparigas adolescentes, e é uma doença grave. Dizem não serem felizes, mas serão um dia.
Vejo-me que um dia serei eu a participar e ficar para sempre numa historia de amor. Deixar de ser gordinha apaixonada e ser " a miúda dele". Ter ele por toda a parte, até ao fim, sabendo de vários relacionamentos que acabaram, que diziam ser para sempre e agora acabara uma história .
Quando o encontrar, espero que seja em breve, quero ser tal como sou. Ser eu mesma, sem rodeios e segredos.
Vejo-me a viver uma história de amor, muito apaixonante e para sempre.

P.s. Tenho medo de uma coisa... de me iludir e que essa história de amor não seja para sempre. 

 

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Ontem

Estou a ficar sem paciência para a minha mãe, a paciência tem limites mãe. Ontem fui ao Vasco da Gama coma  minha mãe ás compras haver de uns ténis, e bem, já não havia o número para mim, eram o ultimo stock. Acabei por comprar uns que me agradaram, mas não era aquilo que queria, paciência foi aqueles e pronto. Ponto final. Depois encontrei dois colegas de turma com os respectivos namorados (as). Viram-me e cumprimentaram, o mais estranho e que ficaram espantados por me verem ali, a minha colega ficou a olhar para mim com uma cara estranha, o meu colega ficou surpreendido. O que quê se passa? Estou diferente, é? Estou mais gorda o mais feia? É pá que estranhos. Eu até me senti mal, por terem reagido assim, com aquelas caras de espanto. Mas enfim... coisas que acontecem.